Vídeo não listado pra não estragar o dia de quem nos acompanha pelo YouTube. Assista só se você estiver tão feliz que já esteja enjoando!

Tablet fica com alergia à Internet e prefere ser uma máquina de escrever… E as recentes pesquisas eleitorei… digo, eleitorais

Faz uns 4 dias o meu tablet da Samsung, o Galaxy Tab 10.1, fica com o sinal de Wi-Fi caindo várias vezes - e só pra me trolar, em intervalos de 2 a até 50 minutos. Pra voltar, eu tenho que ligar e desligar o Wi-Fi SEIS VEZES. E às vezes, nem isso adianta. Não sei se o problema é o nosso roteador ou até mesmo - Dios me libre y guarde - simplesmente a vida útil do aparelho, adquirido no final de 2012, uma das compras mais difíceis e sofridas da minha vida. Estou pensando em comprar um smartphone da Samsung pra substituir o meu celular atual (que eu uso mais como toca-mp3), mas não sei se ele vai acabar substituindo o celular e o tablet, no melhor estilo daquela piada do José Simão referindo-se ao ministro Mantega: “Feliz Natal ou próspero Ano Novo, os dois não dá!”…

PS: Vem cá, o que Dilma Rousseff anda fazendo ou prometendo que ela, de forma inexplicável, está disparando nas pesquisas?! Em 2012 e 2013 eu tinha a impressão de que ela iria tomar uma voadora a qualquer momento, e agora isso! Como assim?! O passado não conta mais? As intenções frustradas não vão mais voltar? Essa gente que está querendo que tudo siga como está não tem medo de eventuais medidas impopulares no começo de 2015 ou até mesmo no final deste ano?! E não precisa ser a nível econômico: eu temi, no começo deste ano, mudanças na Lei de Direitos Autorais que a tornariam ainda mais rígida (visando imagens da passada Copa do Mundo que… quem quer ver imagens daquilo?…) contrariando todos os debates a respeito. Não entraram nessa por um milagre. Essas questões estavam cotadas pra fazer parte do Marco Civil da Internet, não entraram lá por pouco.

Desculpem o desabafo, mas eu precisava falar isso.

♪Todos gostam dele, desde o neto até os avós!♪ Ele é o editor, viva o Igor C Barros♪ ¦(

Só queria avisar que eu continuo vivo e que passamos por mais uma maré alta de serviço. VIvo estilo Highlander, aquela vivência que gostaria de estar passando as férias debiaxo de uma lápide. Parece que tem gente que nos vê e acha que está encontrando com o Mickey em Walt Disney World, vira criança e começa a sonhar com efeitos que nem a Pixar ou a Dreamworks conseguiriam fazer direito, e tudo isso em menos de 72 horas.

Igor, há algum tempo você disse que tinha pilhas de fitas vhs para converter e que um dos principais itens que você queria recuperar seria a entrevista que você deu ao Rafinha Bastos. Essa entrevista foi upada no YouTube (baixa qualidade). Já viu? watch?v=mN9RdMkkQnE

Já vi e bookmarqueei. Tenho até medo de assistir tudo de novo. Tive um ‘branco’ sobre quais seriam os episódios perdidos do Chaves, e fora o fato de que o que aquele então humorista pastelão desconhecido se tornaria uns 4, 5 anos despuês… Aliás, passei a acompanhar o programa e a emissora (fora ver todos os vídeos da Página do Rafinha), e vi ele entrevistando o Marcelo Mansfield. Cerca de uma semana depois, Rafinha estreava no stand up comedy, e o resto, como dizem, é história (sair no NYT e estrelar a filial brasileira do SNL, só isso…) E os fãs de determinadas cantoras sertaneggias que me desculpem, mas eu sempre fui rafinhense maloqueiro e sofredor. Haja sofrimento, mas segue… :P

A AllTV existe até hoje. A existência deles, podemos dizer que me fez ter certos sonhos, parte deles realizados com a Salt Cover, eles provaram que uma emissora de televisão não precisa ser tão gigantesca assim.

Update: As postagens já passaram faz tempo de 1000, o que estava em 999 era o número de postagens que eu dei ‘like’. Voltamos à pogramação anormal-se-lhes!

Talvez você nunca tenha ouvido falar dele, porquê… eu tenho a curiosa mania de ir no site da RedeTV!. É pra evitar problemas de saúde. Sério. O notíciário deles é menos hardcore. Mas veja muitas dicas de língua inglesa, das boas, em “Inglês Online do Jerry”.

Agora eu posso pagar, cacildis!!! Chega de se sentir uma criança só porquê você não tem talão de cheques (que, a propósito, não são aceitos em um monte de lugares, segundo a Constitução Federal artigo II e piririm e pororom!)

  • "Sonhar… é de grátis" (MEIRINHA, Dona, 1993 in Escolinha von Professor Räymund)

Vamos ver se algum dia eu consigo pagar commissions, por exemplo. Só não vai dar pra pagar fursuits - o máximo por transação são 5000 reais.

  • "Quiquinho… O algodão que jogou e pisou… ERA ME-O!!!” (MADRUGA, Chiquinha, 1976 in Chaves von der 8)

Que bom.

Fiz uma HQ catártica no Rosalyn da Turma e ninguém percebeu.

Segue o barco.

Hoje estréia a série Lili, a Ex no GNT. Bom, finalmente estaremos livres daqueles comerciais do YouTube que não dá pra pular, certo? Ou não?…

Outro pessoal que usa desse expediente coëstionável é o Netflix.

Igor, tu que repara esses detalhes vai concordar comigo. Já reparou no visual dos GCs e propagandas dos anos 70? Geralmente as letras eram numa fonte semelhante à Helvetica. Algo que eu também já notei é que não se tinha muito cuidado na diferenciação de letras maiúsculas e minúsculas. Já reparou nisso? /irbf3010
Anônimo

Propagandas dos anos 70, vix… não me lembro de quase nada, e vi muito pouca coisa pelo YouTube. Mas isso que você fala é verdade inclusive para propagandas impressas dos anos 80, também. Isso quando não eram aquelas propagandas com textos imensos, parecendo uma matéria. Uma hora eu mostro, através de sátiras, como é que era isso.

Palques de diversões indoor não molelam, ouviu, Turma da Muênica? 
Eu ia falar sobre isso e me esqueci, até que eu achei isso de novo. KidZania é um conceito nascido no México (meu phuturo país) no qual as crianças são os profissionais de um mundo em miniatura e desenvolvem atividades com uma moeda própria. K7ada, queria que tivesse isso na minha época.

O conceito é bem internacional mesmo, conheci o parque pela filial… japonesa, que tem convênio com uma loja de conveniência. Jogando no Google, cheguei até a filial brasileira.